Shopping Cart

Microlotes de Café – Caramel e Vulcão

Microlotes são cafés cobiçados por serem de qualidade excepcional e sabores diferenciados.

São grãos de porções superexclusivas e limitadas, dificilmente um microlote de café irá se repetir, afinal, como seu nome já sugere, são pequenos lotes, as vezes de apenas duas sacas do grão para serem produzidos.

O Santo Grão está sempre em busca de novos microlotes de café, nossa Coffee Hunter se empenha em encontrar fazendas de qualidade, que respeitam o meio ambiente, em regiões especiais e com grãos de sabores únicos.

Nossos últimos microlotes foram o Caramel e o Vulcão, saiba mais sobre esses dois cafés tão especiais:

  • Caramel: Acidez cítrica, corpo cremoso, aroma frutado e adocicado, caramelo e doce de leite, com retrogosto prolongado e doce.

Vindo da Fazenda Sítio da Torre, na região de Carmo de Minas – MG, altitude 1250 m, da variedade Catuaí Amarelo, ponto de torra clara e processo natural.

O sítio da torre é uma propriedade de grande história, não só por anos de produção de cafés, mas também por garantir que a sustentabilidade seja aplicada além do que já é exigido por lei. A busca por saídas alternativas no Sítio da Torre, visa a redução de impacto no meio ambiente através de uso de fertilizantes que não contaminam lençóis freáticos, ausência de uso de metais pesados e garantir solos cobertos por matérias orgânicas para aumento de microbiota. Um exemplo de medida já implementada, é o plantio de girassóis entre os cafeeiros, que auxiliam no controle de pragas, que diminui ou elimina o uso de produtos químicos com Glifosato. A variedade desse café é um catucai amarelo e apresenta acidez cítrica, corpo cremoso, aroma frutado e adocicado, caramelo e doce de leite, com retrogosto prolongado e doce.

  • Vucão: frutas amarelas, como carambolas e laranjas, corpo denso e retrogosto prolongado e persistente.

Vindo da Fazenda Santana, na região da Mogiana, altitude 1380 m, da variedade Catuaí 144, com ponto de torra clara e processo natural.

A região desse café está inserida na caldeira de um vulcão extinto há 80 milhões de anos que pelas suas características de clima e relevo, delimita um “terroir” singular, onde foi produzido este café de Divinolândia. O solo de uma região vulcânica é rico em minerais, como ferro, magnésio, potássio e além de conter partículas de rochas incorporadas no solo. Essa riqueza de solo contribuiu muito para que o produtor Lucas Juliano Sanches, tenha neste café características frutadas, como carambolas e laranjas, corpo denso e retrogosto prolongado e persistente. O Sítio Santana está localizado em Divinolândia, à 1.380m de altitude. A propriedade tem 20 mil pés de café, com clima, solo e altitude privilegiadas. Antes, Juliano se dedicava à outras culturas como batata, feijão e milho. Atualmente tem buscado inovações e se dedicado diariamente à cafeicultura.

Em breve teremos mais microlotes de café, qual será o próximo?

Deixe um comentário

Posts Recentes

Posts relacionados

×