Em 2022, será comemorado o bicentenário de cultivo de café na Serra de Baturité, no Ceará. E nós, vamos comemorar com dois cafés da região!

Quando eu penso no Ceará, logo penso em praias. De fato, a região semiárida, o clima seco e a temperatura elevada, é o que me leva a esse pensamento.

O Maciço de Baturité, está a 100km ao sul de fortaleza, e contraria essas definições climáticas citadas acima.

Sergio Patrício, Elane e Zé Otávio, são os responsáveis pelo cultivo e pelo beneficiamento dos nossos novos cafés. Teremos dois; um Paraíso MG- 419-1, variedade amarela e um Típica. Estes cafés foram descascados e secos em terreiros suspensos. Vale ressaltar que a lavoura é sombreada em vegetação remanescente de Mata Atlântica, e está em perfeita harmonia com a fauna e a flora locais. Encontra-se a uma altitude de 750 a 860 metros. O sombreamento propicia um café com pouco estresse e com ciclo (da florada à colheita) mais longo, que garante uma bebida com excelente acidez, muita doçura com notas frutadas e excelente equilíbrio. Sergio tem buscado constante conhecimento e tem aplicado na sua região. Fez a curadoria do pós colheita no café de Zé Otávio, garantindo maior qualidade à xícara.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Você também pode gostar:

Microlote Arara

O Novo Arara chegou!Produzido com características únicas, trás com seus sabores exclusivos sua denominação de origem.Café colhido entre 1038-1196m em Campos Altos, seu método de

Leia mais »